O que está acontecendo com o dólar x peso argentino (USD/ARS)?

No início deste ano, o peso argentino (ARS) sofreu uma queda histórica em relação ao dólar americano (USD), atingindo um nível mais baixo de todos os tempos. 

A decisão do governo argentino de desvalorizar a moeda em 18% e aumentar a taxa de referência para 118% contribuiu para esta depreciação drástica. A má gestão económica em curso e os múltiplos incumprimentos nas obrigações da dívida prepararam o terreno para este declínio. 

Hoje, dia 20 de novembro, o peso enfrentou outro revés após o resultado das eleições presidenciais argentinas, com a taxa oficial USD/ARS atingindo 353.8, marcando um novo ponto baixo para a moeda.

Taxa de câmbio oficial USD/ARS. Fonte: Google Finanças

O que causou a queda do peso hoje?

A última desaceleração do Peso ocorre na sequência da vitória do libertário de extrema direita Javier Milei nas eleições presidenciais da Argentina.

Segundo os investidores, o seu triunfo poderá levar a um interesse significativo em obrigações e ações, mas colocará o peso argentino sob notável pressão descendente. 

Isto porque, durante a sua campanha, Milei prometeu “incendiar” o banco central e dolarizar a economia. 

Os mercados da Argentina estão fechados na segunda-feira devido a um feriado local, no entanto, os seus títulos locais, que são emitidos globalmente, permaneceram praticamente estáveis ​​no início das negociações. Espera-se um impacto mais pronunciado após o sino de abertura nos mercados dos EUA. 

Milei não assumirá o cargo antes de 10 de dezembro, e os investidores enfatizaram que ele não mencionou a dolarização em seu primeiro discurso, levantando questões sobre a rapidez com que ele poderá se desfazer do peso. 

Desempenho do Peso no mercado negro

Após a vitória de Miller, o peso também perdeu valor nas bolsas de criptomoedas – monitoradas pelos investidores como proxy do mercado negro. Além de seu plano de dolarização, Milei também é conhecido por sua valorização do Bitcoin (BTC) e acredita que a criptomoeda é uma reação natural contra o sistema bancário centralizado. 

O especialista da KNG Securities, Bruno Gennari, disse que o ARS estava em 1,009 em relação ao dólar nas bolsas de criptografia nas negociações da manhã de segunda-feira, substancialmente abaixo da faixa de 869-975 em que flutuou na sexta-feira. 

Olhando para o futuro, uma maior pressão descendente sobre o peso não deverá ser surpresa, dadas as promessas anteriores de Milei de “dinamitar” o banco central da Argentina para acabar com o “cancro da inflação”.

Comece a negociar Forex e CFDs de ações hoje mesmo com a Plus500 – uma corretora regulamentada e sem comissões


Aviso Legal: O conteúdo deste site não deve ser considerado um conselho de investimento. Investir é especulativo. Ao investir, seu capital está em risco.

Fonte: https://finbold.com/whats-going-on-with-dollar-vs-argentine-peso-usd-ars-2/